DEMA DESENVOLVE ATIVIDADE COM USUÁRIOS DO CAPS SOBRE COLETA DE RESÍDUOS

DEMA DESENVOLVE ATIVIDADE COM USUÁRIOS DO CAPS SOBRE COLETA DE RESÍDUOS


Publicado em: 01/04/2022 09:50 | Fonte/Agência: Departamento de comunicação

Whatsapp

 

Na manhã desta quarta-feira, dia 30, o Departamento de Meio ambiente, setor vinculado à Secretaria de Planejamento, Gestão Estratégica e Meio Ambiente, realizou uma palestra aos usuários do CAPS– Centro de Atenção Psicossocial.

O tema - “Os resíduos de Dom Pedrito e a possibilidade de ganhar dinheiro com os mesmos”, foi explanado pelo geólogo Bruno Menegon, diretor do DEMA, onde foi apresentada a diferença entre lixo, rejeito e resíduos, bem como, a quantidade de resíduos gerados diariamente e coletados no município, com média igual a 20,89 toneladas/dia, sendo dessas 4,41 toneladas/dia (21,11%) de resíduos recicláveis/triáveis, havendo potencial financeiro mensal igual a R$ 96.633,59 para uma possível cooperativa estruturada.

Segundo Menegon, a ONU e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) afirmam mais de 15 milhões de pessoas trabalham com a coleta, a triagem e a reciclagem de resíduos gerados pelas cidades no mundo todo.

No Brasil, segundo levantamento do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), são cerca de 800 mil agentes ambientais, popularmente conhecidos como catadores de lixo reciclável, em atividade.

O Brasil recicla apenas 2,1% dos resíduos coletados, tendo como meta chegar em 2040 reciclando quase 10 vezes mais (20% - fonte: Plano Nacional de Resíduos Sólidos, 2020), assim, com as mesmas pretensões, porém com meta de viabilizar a reciclagem em Dom Pedrito em menor tempo hábil, a Seplan/DEMA apresentou na forma de palestra o potencial de arrecadação com a formação de uma cooperativa de agentes ambientais com o objetivo de reciclar os resíduos gerados no município.

Na oportunidade, houve o convite aos participantes para preencherem o formulário de entrevistas de catadores e seletores de resíduos de Dom Pedrito, para os interessados em se tornarem cooperados. O formulário também pode ser encontrado na Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), e pode ser acessado por qualquer cidadão pedritense.

O CAPS é coordenado por Vagner Oliveira, e através da servidora Isabel Mello já desenvolve projeto de reciclagem junto aos frequentadores, transformando, por exemplo, garrafas de vidro não retornável em copos que podem ser adquiridos junto à instituição, que fica localizada na rua Bernardinho Ângelo, esquina com a rua Coronel Longuinho.

“Sabemos que os benefícios sociais da implantação da coleta seletiva são a geração de empregos diretos e indiretos com a instalação de novas indústrias recicladoras na região e ampliação de indústrias recicladoras já estabelecidas, além do resgate social de indivíduos através da criação de associações e cooperativas de recicladores (agentes ambientais)”, comemora Menegon.