PREFEITO ANUNCIA LIMPEZA E RECUPERAÇÃO DE VALAS PARA MINIMIZAR ALAGAMENTOS

PREFEITO ANUNCIA LIMPEZA E RECUPERAÇÃO DE VALAS PARA MINIMIZAR ALAGAMENTOS


Publicado em: 24/04/2019 10:00 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

O prefeito Mário Augusto, acompanhado do vice-prefeito Alberto Rodrigues e de membros da administração municipal, anunciou na manhã desta quarta-feira, dia 24, para a imprensa e alguns moradores do bairro Oscar Vicente y Silva, uma grande obra de limpeza e recuperação de valas.

Em 9 de janeiro de 2019, o município de Dom Pedrito foi atingido por uma enxurrada que invadiu a casa de pessoas em lugares que nunca tinha registrado tal situação. Na oportunidade, foi decretada situação de emergência e os mandatários do Executivo, estiveram na capital estadual e federal em busca de recursos para amenizar os prejuízos causados pelas enxurradas e, logo depois, pela enchente.

Numa dessas idas a Porto Alegre, prefeito e vice-prefeito pleitearam junto à superintendência da Corsan a antecipação do Fundo de Gestão Compartilhada que o município mantém com a companhia, onde foi anunciada a liberação de R$ 500 mil para a referida obra. Em razão do decreto de emergência, reconhecido pela Defesa Civil, foi possível fazer dispensa de licitação por justificativa e fazer o processo de contratação de maneira mais ágil, depois de finalizado o projeto de engenharia pelos técnicos da Prefeitura. Quatro empresas participaram da concorrência e a vencedora foi a empresa pedritense Morro da Serrinha Terraplanagem.

Ao anunciar o início da obra, o prefeito relembrou os momentos assustadores vividos pela comunidade pedritense naquele triste episódio. “Através do diálogo com a Corsan conseguimos antecipar esse recurso e, hoje iniciaremos a maior obra no que se refere à prevenção de alagamentos, fazendo um grande serviço de limpeza e recuperação de valas”, enfatizou o prefeito.

A obra busca amenizar os problemas ocasionados pelos alagamentos e inundações e será feita com maquinário ou manual nos locais em que as máquinas não conseguirem acesso. “Pedimos a colaboração da comunidade para que facilite a entrada dos colaboradores da empresa nos locais onde será necessário entrar nos pátios, (se referindo as construções edificadas sobre as sangas e córregos)”, exemplificou o prefeito.

Os trabalhos deverão ser iniciados pelas valas principais em direção ao Rio Santa Maria e, na sequência, em suas ramificações.

É importante lembrar também à comunidade sobre o descarte indevido de lixo, de pequeno porte (copos, descartáveis, embalagens e outros) e os de grande porte (pneus, sofás, fogões, piscinas plásticas e outros), encontrados frequentemente nas valas trancando a passagem da água.