A real situação das tomografias em Dom Pedrito

A real situação das tomografias em Dom Pedrito


Publicado em: 25/09/2018 12:59 | Fonte/Agência: Departamento de Comunicação

Whatsapp

 

O Município não tem recurso específico para a compra de exames como tomografias e, para atender urgências e emergências vindas do Pronto Socorro (PS) a Prefeitura firmou convênio com a empresa Citac para atender as demandas da população. Além dos atendimentos vindos do PS, em setembro, foram adquiridas algumas tomografias eletivas para atender as requisições de maio.

De acordo com a secretária da Saúde, Lillian Camponogara, hoje a fila de espera está em 223 tomografias correspondendo aos meses de junho, julho, agosto e setembro. “Estamos buscando junto à 7ª Coordenadoria de Saúde de Bagé explicações e soluções para as tomografias que deixaram de ser fornecidas pelo Estado, pois estamos há dois meses sem receber os exames que temos em contrato”, destacou a secretária.

Essa cota para exames oriunda do Estado teria que vir para ser dividida entre os municípios que fazem parte da 7ª Coordenadoria de Saúde, mas os municípios não estão recebendo.

A população que necessitar de maiores informações pode ir diretamente a Secretaria de Saúde, que funciona das 7h30min às 13h30min, inclusive a secretária Lillian ressalta a importância também de alguns vereadores que não tem conhecimento sobre o assunto irem até a Secretaria para receberem as informações corretas, antes de falar na tribuna dados inverídicos. “Estamos trabalhando com muito empenho para a solução desse problema junto ao Estado e fico extremamente incomodada com certas declarações que não condizem com a verdade”, enfatizou.

Com relação ao tempo de espera, são quatro meses de atraso, sendo que outros municípios estão entre seis meses e um ano de espera. Cabe ressaltar, que a Secretaria não trabalha com fura fila, existe uma fila de espera que está sendo cumprida em ordem cronológica. “Em setembro chamamos os pacientes de maio, os próximos serão os de junho e, assim, sucessivamente. Temos uma listagem que está sendo rigorosamente respeitada”, garantiu Lillian.

Em razão de muitos pedidos de exames de alta complexidade solicitados sem necessidade, o Estado adotou uma regulação. Então, assim que o Estado reiniciar o repasse dessas tomografias a médica reguladora fará a análise dos pedidos e alguns poderão ser negados, se assim a médica constatar. Essa prática já está sendo adotada nas ressonâncias e já houve a negativa em algumas situações.


Leia também

Secretaria de Educação e Cultura

Oficina Fotográfica rendeu lindas imagens pela cidade

12/12/2018 12:58

Secretaria Trabalho e Desenvolvimento Social

Audiência Pública discutirá mobilidade urbana

12/12/2018 12:09

Secretaria de Educação e Cultura

Plano de carreira do Magistério em discussão

12/12/2018 12:05

Secretaria Trabalho e Desenvolvimento Social

Prestação de contas 2018 e perspectivas para 2019

12/12/2018 11:22